Destaque

Do que você sente saudades?

Quem já não sofreu de saudades? Seja de um grande amor, dos amigos da época da escola, de familiares que já se foram, de nós mesmos quando os sonhos eram outros. Muita se fala sobre essa palavra só existir na língua portuguesa, mas o sentimento certamente é universal. Para o psicólogo e professor da Estácio, Ernani Gomes sentir saudade pode ser compreendido como a sensação da falta de algo ou alguém e serve de gatilhos para outros sentimentos “É muito comum, que pessoas depressivas façam esse tipo de comparação: as coisas eram melhores antes do que são no presente”, alerta.

Para o psicólogo Carlos Eduardo Pereira a saudade passa a ser uma experiência que precisa de atenção quando causa prejuízo na rotina das pessoas. “Neste caso, precisamos olhar com cuidado. Sentir saudades numa perspectiva esporádica é natural, é desejável e saudável. Mas, sentir saudade numa intensidade que causa prejuízo precisa ser mais bem observado para que a gente não deixe de perceber um quadro mais grave”, alerta.

Os dois profissionais fazem questão de destacar que, ao contrário do que fórmulas milagrosas oferecem, não há um remédio para a saudade “trata-se de um sentimento que está relacionado a pessoas que conhecemos, situações que vivemos”, explica Ernani. O doutor em psicologia Carlos Eduardo Pereira lembra que as medicações neste caso estão relacionadas a quadros que envolvem ansiedade e/ou depressão, “naturalmente as pessoas vão sentir saudades mesmo não sendo expressa, como chamamos, de maneira mais regulada emocionalmente. Às vezes, a pessoa não reconhece, não aceita o que sente, mas isso pode gerar somatização, ansiedade e vários outros problemas de saúde. Por isso é muito importante que a gente aprenda a reconhecer e expressar nossos sentimentos da maneira mais saudável possível”, aconselha.

Ernani destaca que, em sua área de atuação, a Terapia Cognitiva Comportamental, são trabalhados três pontos muito importantes: pensamento, comportamento e sentimento “sempre fazemos uma associação dos três. Se a saudade ou outro sentimento ligado a ela é negativo, muito provavelmente vai gerar pensamentos intensos e negativos. Através da terapia conseguimos elaborar junto com o paciente a razão dos seus sentimentos”, exemplifica.

Saudade x luto 

Professor Ernani explica que, quando falamos da saudade relacionada ao luto não se trata de algo necessariamente ruim “significa que estamos no último estágio, pois quando a pessoa sente saudades significa que ela já aceitou a perda e a saudade vem como acalento”, explica. Opinião compartilhada pelo também professor de psicologia da Estácio, Carlos Eduardo Pereira: “as pessoas que estão aprendendo a conviver com a perda de alguém ou algo significativo precisam de ajuda em algum momento para desenvolver estratégias de adaptação e formas de revisitar sua visão de mundo. E nesta etapa o profissional de psicologia pode ajudar muito na adaptação, na expressão emocional e na validação dessas emoções que a gente sabe que não são socialmente reconhecidas”.

AgendaGYN

O Portal Jovem de Goiás leva ao público goiano o melhor do entretenimento no Estado de Goiás! Nosso intuito é oferecer o que há de melhor para sua diversão e entretenimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo