EntretenimentoDestaque

Penúltimo dia de Canto da Primavera teve público recorde para assistir show de Vitor Kley

Sábado teve sete atrações nos três palcos montados pela cidade histórica de Pirenópolis

Canto da Primavera – MPB, Reggae, Rock e POP deram o tom do penúltimo dia de Canto da Primavera na cidade histórica de Pirenópolis. Os shows no sábado (03/09) começaram no palco Prainha e terminou em grande estilo no palco Beira Rio com o show do cantor Vitor Kley.

Quem deu start no palco Prainha foi o cantor Danilo Duarte com um repertório todo dedicado ao mestre do samba Cartola. Ele se apresentou acompanhado pelo Grupo Brasil in Trio. “Foi um prazer participar do Canto da Primavera. Essa foi a minha primeira vez então foi mais que especial”, declarou.

Logo depois foi a vez de Pádua agitar a galera com seu estilo baseado na MPB. A apresentação celebrou sua trajetória artística com o show “Música aos Vivos”. “É muito prazeroso retornar ao Canto da Primavera neste ano em que completo 42 anos de estrada”, celebrou.

A banda Mandingaman foi quem fechou a tarde de shows na Prainha com muito reggae e músicas do mestre do gênero Bob Marley. As canções falaram da liberdade de um novo momento, em um mundo pós-pandêmico, com um show que inspirou a viver e a espalhar mensagens de amor, justiça e unidade. “O reggae é a música do povo para o povo”, disse Garnizé, vocalista do grupo.

Abrindo a noite no Cine Pirineus Front Jr. e Luiz Chaffin fizeram um espetáculo instrumental ao som do violão. A apresentação teve uma abordagem moderna, mantendo a tradição da música brasileira. “Não é qualquer estado que tem um festival tão importante, que dá esse suporte para a cultura regional”, concluiu Front Jr.

Gabriel Grossi foi o músico que fechou a noite no Cine Pirineus. Ele tem treze discos lançados, inúmeras gravações e shows em todos os continentes. Para o Canto da Primavera seus repertório foi de músicas autorais, mescladas com outros compositores consagrados. “É fundamental um festival como esse para a formação dos artistas”, finalizou o cantor.

Com uma plateia recorde para o festival, a Banda Projeto Supernova começou os trabalhos no palco do Largo Beira Rio. Com repertório focado no rock nacional, a banda apresentou um som dançante e rico em detalhes harmônicos. “A importância desses festival é para que o artista goiano possa mostrar a sua música e ser reconhecido no estado”, ressaltou o vocalista, Domis Wagner.

A última atração do dia foi o cantor Vitor Kley, que subiu ao palco levanto a loucura milhares fãs que foram a Pirenópolis para ouvi o canto. Autor de músicas como “A tal canção pra lua”, “O sol” e “Morena” , o cantor tocou por cerca de uma hora seus principais sucessos. “Muitos artistas querem ser apoiados, tem muita gente boa, muito talento e a galera do governo pode estar somando nisso”, concluiu.

Edição 2022

A Mostra de Música é promovida pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult) com correalização do Sesc Goiás, e parceria da Prefeitura de Pirenópolis. Nesta edição foram investidos R$ 2 milhões em recursos estaduais. Os shows regionais do evento e os músicos que ministrarão as oficinas foram selecionados via edital público. Os cachês das apresentações e oficinas variam de R$ 10 mil a R$ 17 mil e foram voltadas, exclusivamente, a artistas residentes no Estado de Goiás.

Além de toda a programação, que é gratuita, a mostra também conta com o Estúdio Primavera, local que oportunizou a gravação de músicas autorais por 12 artistas e bandas goianas durante o festival.

AgendaGYN

O Portal Jovem de Goiás leva ao público goiano o melhor do entretenimento no Estado de Goiás! Nosso intuito é oferecer o que há de melhor para sua diversão e entretenimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo