Sociedade

Planejamento financeiro será decisivo para organização das contas em 2023, destaca economista

Caio Telles ressalta que essas despesas do início de ano assombram as pessoas que não se planejaram no ano anterior.

Planejamento financeiro – Ano novo e as contas que fazem parte desse período inicial já começam a chegar e causar preocupação. Em janeiro, as famílias precisam se programar para despesas como IPTU, IPVA e material escolar. Para não ficar no vermelho já no começo de 2023, o economista Caio Telles, diretor de Negócios do Sicoob Centro-Oeste Br, comentou sobre a importância do planejamento financeiro, que será um decisivo passo para a organização das contas.

Caio Telles ressalta que essas despesas do início de ano assombram as pessoas que não se planejaram no ano anterior para ter o recurso financeiro necessário para honrar as contas. “É muito importante que você separe um tempo logo no começo de 2023 para planejar como vai pagar suas contas”, disse.

O economista ainda pontua que o pagamento à vista é vantajoso, principalmente quando é possível obter descontos. “Caso contrário, vale mais a pena parcelar as despesas. Além disso, para evitar maiores preocupações, mapeie com detalhes todas as despesas que precisam ser pagas no início do ano”, explica o diretor de negócios do Sicoob Centro-Oeste Br.

Segundo Caio Telles, o caminho é colocar na ponta do lápis todas as despesas a serem pagas no início de janeiro, organizando por datas de vencimento, possibilidades de parcelamento e eventuais descontos. “Manter um controle detalhado das despesas previstas para o ano facilita a organização do orçamento doméstico e ajuda a cumprir com todos os compromissos financeiros.”

 

Reserva de emergência

Para o planejamento financeiro, tenha em mente a seguinte frase: “primeiro eu me pago”. Caio Telles comenta que quando receber uma quantia, o ideal é a pessoa retirar de 10% a 20% para reservar, sendo assim, ela sempre terá uma reserva de emergência priorizando a sua liberdade financeira a longo prazo em vez de sempre gastar dinheiro com necessidades imediatas.

A partir desse hábito criado, a pessoa começa a planejar os próximos passos e já pode pensar, por exemplo, em uma viagem, trocar de carro e em independência financeira. “Lembre-se que o planejamento deve ser o primeiro e um dos mais decisivos passos para organizar a vida financeira”, conclui o economista.

AgendaGYN

O Portal Jovem de Goiás leva ao público goiano o melhor do entretenimento no Estado de Goiás! Nosso intuito é oferecer o que há de melhor para sua diversão e entretenimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo